Sábado, 27 de Maio de 2006

ENSAIO SOBRE O MACHO HUMANO - Parte II

cá vem a segunda parte:
Deus ficou de muito mau humor, porque para além de não descansar já há 6 dias sentia que a Sua obra ainda não estava completa. O homem não podia ser a criatura mais perfeita! Eis que se lembrou de criar outro ser, diferente. Sentia que ainda podia fazer melhor, um ser belo fisicamente, mas também inteligente, delicado e sensível, pois reconhecia agora que o homem não tinha nenhuma destas qualidades...
 
Então Deus foi inspirar-se nos lugares mais belos da terra criada: das searas de cereal fez a cor do cabelo, os olhos da cor de uma queda de água, a pele macia e perfumada como a pele dos frutos, os lábios rosados como um figo acabado de cortar, com a graça da gazela e o sentido de humor dos golfinhos... mas faltava qualquer coisa. Então Deus adormeceu Adão (pois assim se chamava o 1º homem) e tirou-lhe uma costela, pedindo mentalmente desculpa ao novo ser por ter em si algo parte de um ser tão imperfeito. E eis que nasceu a mulher, quase perfeita (lembrem-se da malfadada costela), a melhor obra de Deus, e Ele chamou-a Eva, a primeira mulher. E falou com ela:
- Ouve, eu sei que isto vai ser difícil para ti, mas preciso que cumpras uma missão: o homem está incontrolável. Vais ter que o manter debaixo de olho para ver se ele não faz asneiras. Vais ter que satisfazer-lhe os apetites sexuais, pois é algo sem o qual ele não consegue viver. E vais ter que te mostrar inferior a ele embora não o sejas, porque não suporta nada que seja superior, não posso permitir que ele te mate também. Foi assim que o criei pois ainda não sabia o que fazia. Em compensação saberás em ti que és e serás para todo o sempre superior a ele! Quando tiveres necessidade, vem falar comigo.
Eva baixou os olhos, e como criatura graciosa que era, aceitou o seu destino e a sua missão.
Assim foi. Eva encontrou Adão e este ficou encantado com ela, passando a existir Paz no mundo (até porque todos os animais digamos com uma maior vantagem ou foram extintos, ou exilados para os remotos cantos da terra, ou postos ao serviço do homem para a sua completa humilhação – veja-se o que ele fez com os pobres cavalos). E Deus sentiu que podia finalmente descansar, pois a Sua obra estava a salvo com a presença da mulher. E no sétimo dia, descansou.
Entretanto, Adão tentou fazer-se amigo de Lucífer Estrela-da-Manhã, queria contar-lhe as proezas sexuais que conseguia com Eva e isso tudo, mas este fugia constantemente da sua presença. Então o homem decidiu desgraçá-lo, e foi dizer a Deus que Lucífer andava a dizer mal de Eva. Não consentindo que alguém dissesse mal da Sua obra mais perfeita, Deus condenou o Seu anjo mais perfeito a uma vida eterna de desgraças e horrores, e arder no fogo do Inferno. Foi aí que Adão percebeu que Deus não era para brincadeiras...
Não percam amanhã a grande conclusão!
publicado por Sem Asas às 13:52
link do post | parler avec moi | favorito
1 comentário:
De Jaime a 27 de Maio de 2006 às 23:07
De acordo com o teu post, a mulher tem como função satisfazer os apetites sexuais do homem e ser inferior a ele. Acho que deste um tiro no pé. :-)

Mais a sério, esta série de posts está óptima.
www.blog.jaimegaspar.com

Comentar post

ultimas aventuras

Quero o meu bronzeado de ...

Algumas verdades sobre a ...

Pessoal, voltei!

Fim-de-semana pelo Norte,...

uma aranha

Ausências...

Vegetarianismo puro

tenho dito

ENSAIO SOBRE O MACHO HUMA...

ENSAIO SOBRE O MACHO HUMA...

cenas velhas... mas originais

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

blogs SAPO

subscrever feeds